domingo, 6 de agosto de 2017

O açafrão e seus benefícios




O açafrão é tudo de bom! Uma especiaria que promove a cura e a longevidade, beleza e saúde. É um anti-inflamatório natural. Possui propriedades cicatrizantes. Atua como termogênico. E apresenta alta capacidade antioxidante. São muitos os seus benefícios como veremos a seguir.

O açafrão da terra, também chamado de cúrcuma, açafrão-da-índia, gengibre-dourado, açafrão-do-amazonas, açafrão-de-raiz ou tumerique é originário da Índia e é muito utilizado nos pratos da região. É uma raiz da família do gengibre. Possui um pigmento amarelo brilhante e é utilizada para tingir as roupas cor de açafrão dos monges e nas cerimônias de fogo sagrado.



Por sinal, os nomes revelam muito de sua natureza colorífica, afinal açafrão vem do árabe Za´faran, que quer dizer amarelo, assim como o persa kurkum ou o sânscrito kum-kuma, que deram origem ao nome científico Cúrcuma longa. Em inglês é turmeric, que vem do latim terra merita ou mérito da terra.

Trata-se de um alimento consumido já há mais de 4 mil anos no Oriente Médio e Ásia. Suas propriedades são tantas que é utilizado pela medicina Ayurvédica como fitoterápico na cura e tratamento de diversas doenças.

Segundo pesquisas, o açafrão se destaca por sua ação antienvelhecimento e antioxidante, é capaz de reduzir doenças como a do Alzheimer, câncer, além de ter efeitos anti-inflamatórios.

A curcumina, um pó amarelo extraído da raiz, é cicatrizante e anti-inflamatório. É usada há mais de cinco mil anos na Ayurveda, a medicina tradicional indiana. Pesquisas revelam que a curcumina é poderosa também contra o câncer. Aplicada a curcumina sobre células com melanoma, o mais grave tipo de câncer de pele, em poucas horas, um resultado impressionante, pois ela consegue matar 90% de células de melanoma.


O açafrão contém vários minerais e vitaminas como o potássio, que auxilia no controle da pressão arterial e previne derrames. Também é fonte rica de vitamina C, que promove a imunidade do corpo, e vitamina B6, que ajuda nas funções do cérebro. A presença de ferro combate anemias, o manganês reduz o colesterol, o cálcio fortalece dentes e ossos, e o magnésio auxilia a equilibrar as taxas de glicose no organismo. Também ajuda a fortalecer músculos, melhorar o funcionamento do intestino, por ser rico em fibras. A curcumina, componente mais importante presente no açafrão da terra, tem ação analgésica, antisséptica e antibacteriana e ajuda no emagrecimento por combater a gordura.



A parte utilizada do açafrão (Curcuma longa) é a raiz, que por ter uma coloração forte, serve como corante. Também conhecido por cúrcuma, pode ser usado como tempero e sua principal propriedade medicinal é tonificar o sistema digestivo. Facilita a digestão, combate gases intestinais e melhora o funcionamento do fígado. O açafrão possui uma substância chamada curcumina, que age como antioxidante e, em doses moderadas, é capaz de prevenir tumores e Alzheimer. A curcumina também tem ação anti-inflamatória, reduzindo o risco de desenvolver gastrite. Em chás, ajuda a reduzir as taxas de colesterol, a pressão arterial e funciona como analgésico, aliviando cólicas menstruais e abdominais.

A flor de açafrão


O açafrão é extraído dos pistilos de flores de Crocus sativus, uma planta da família das Iridáceas. É utilizado desde a Antiguidade como especiaria, principalmente na culinária do Mediterrâneo — região de onde a variedade é originária — no preparo de risotos, aves, caldos, massas e doces. É um item essencial à paella espanhola. É tida como uma das mais caras ou a mais cara especiaria do mundo uma vez que, para se obter um quilo de açafrão seco, são processadas manualmente cerca de 150.000 flores, e é preciso cultivar uma área de aproximadamente 2000 m². Quando seca, a flor desprende dos seus órgãos um pigmento amarelo e um óleo volátil, tradicionalmente usado como corante de tecidos.
Há séculos que o açafrão é também empregado com fins medicinais. Historicamente foi utilizado no tratamento do cancro e de estados depressivos. Estas aplicações têm sido pesquisadas atualmente. Efeitos promissores e seletivos contra o cancro têm sido observados in vitro e in vivo, mas não ainda em testes clínicos. Efeitos antidepressivos também foram encontrados in vivo e em estudos clínicos preliminares. Há, portanto, interessantes perspectivas de uso dos extratos de açafrão na fitoterapia racional.

Não se deve confundir o açafrão com a cúrcuma, que também é conhecido como açafrão-da-terra.

Existem diferenças entre o açafrão-da-terra (“falso açafrão”) e os estigmas da flor de açafrão (“verdadeiro açafrão”), os quais são caríssimos e chegam a custar R$ 70.000,00 (setenta mil reais o quilo). Para se obter um quilo da especiaria é necessário colher cerca de 250 mil flores Crocus sativa, uma flor de origem asiática e que possui cor violeta. O verdadeiro açafrão é cultivado na Espanha (maior produtora e consumidora), Itália, Irã, Grécia, Turquia e Índia. O açafrão é vendido em lojas especializadas e até em supermercados, na forma de estigmas desidratados ou em pó, mas o recomendável é adquiri-lo em estigmas, para evitar consumir um açafrão misturado com outros de qualidade inferior ou até com outros produtos, como a própria cúrcuma. Com sabor acre, apenas 10 filamentos são suficientes para colorir e perfumar um prato. Mas cuidado: na hora da compra, é preciso confiar no revendedor, pois trata-se de um produto que resseca facilmente, perdendo o sabor.



Hoje a gente encontra cúrcuma no Brasil todo e em todos os países tropicais, mas a planta é nativa do Sul e Sudeste Asiático. Da família das zingiberáceas, como o gengibre, a parte de maior interesse da cúrcuma são os rizomas que crescem debaixo da terra, de coloração laranja ou avermelhada. Na Ásia, já era usada como especiaria, corante e remédio há 4 mil anos. Hoje é a planta usada na fitoterapia, com efeitos comprovados, como digestiva, estimulante da vesícula biliar, hepatoprotetora e imunoestimulante. Além disso, o pigmento de nome curcumina age como potente antioxidante.

É um tempero comum em vários países asiáticos, especialmente na Índia. É o que dá aquela cor amarela, parte do sabor na maioria dos curries indianos e entra em quase todos pratos de carne, vegetais ou grãos. Não é muito fácil o açafrão ser encontro fresco, como estas que meu jardineiro colheu, mas, quando recém-colhido, tem uma fragrância fresca e sabor algo amargo e picante. O que se acha no mercado é o produto em pó fino, resultado da secagem e trituração dos tubérculos, com perfume almiscarado e sabor lembrando um pouco o gengibre. Na Indonésia, as folhas frescas, com delicioso perfume de manga verde, também são usadas como aromatizante em pratos com molho ou sopas. O fato é que cada país que cultiva tem hoje seus usos mais comuns. No Brasil costuma ser usada para colorir arroz, pratos com galinha, peixe ou frutos do mar. E, embora não seja comum, em alguns países aparece em pratos doces como no bolo libanês Sfoof, feito com semolina. 

Cultive você mesmo



Se tiver a sorte de encontrar cúrcuma fresca por aí (quando é época - agora - costuma aparecerem alguns supermercados e hortifrútis), enterre algumas para ver brotarem as folhas e use como tempero (ou espere um pouco mais e colha novos rizomas).



Para plantar o açafrão basta pegar a própria raiz que tiver os brotinhos e enterrar na terra.



Para conservar frescas, lave bem e congele. Na hora de usar, espere descongelar um pouco e rale. Mas use luvas e uma tábua que possa ser manchada, pois ela tinge tudo o que passar por perto. E lembre-se de que uma parte do pó equivale a duas do produto fresco ou mais. Se quiser secar, é só fatiar fino, deixar secando na sombra seca e depois triturar no liquidificador. 

Brinque de tingir

O pigmento da cúrcuma é muito sensível à alcalinidade, principalmente quando aquecido. Junto com bicarbonato ou fermento químico, nos bolos, por exemplo, ganhará uma linda cor vermelha. Adicione 1 colher (chá) para cada 300 g de farinha e o bolo ficará amarelinho. Se usar o dobro, o bolo poderá ficar vermelho e ainda ganhará um toque intrigante de especiaria, que poderá ser intensificado com um pouco de erva-doce ou canela em pó.

Faça um teste: coloque um tanto de cúrcuma em água e leve para ferver. Mergulhe aí um pedaço de pano branco. Ele deve ficar amarelo. Se quiser, fixe com sal. Aponte agora um pedaço de sabão como lápis e escreva ou faça desenhos sobre o pano ainda molhado. O sabão, que é alcalino, produzirá riscos vermelhos. Se arrependeu? Quer apagar tudo? É só lavar tudo com vinagre que a cor amarela volta ao normal. Por isto, se manchar uma roupa com cúrcuma ou curry, não passe sabão. Se não, só mudará a cor da mancha para pior. Melhor lavar só com água ou com limão ou vinagre branco.

Veja também

Folha de cúrcuma é erva aromática com aroma de manga verde e dá sabores aos pratos, como arroz, peixe, sopas e cozidos, como as folhas de louro.



Um outro benefício do açafrão é a aplicação da planta sobre a pele, em locais doloridos, o que ajuda a reduzir dores. Ingerir o chá de açafrão também ajuda a aliviar a dor, pois seu efeito anti-inflamatório rapidamente se espalha pelo corpo. Pessoas com artrite reumatoide, osteoartrite, colite ulcerosa, dores nas costas e articulações podem se beneficiar dela.


Benefícios e indicações



Pode ser difícil de acreditar que uma simples planta possa prevenir o aparecimento do câncer, ou auxiliar em seu tratamento, mas o açafrão realmente o faz. Isto acontece porque a planta é rica em poderosos antioxidantes, os quais agem no organismo de diversas maneiras, como retardar o envelhecimento; rejuvenescer o organismo; combater doenças cardiovasculares e sim, até mesmo prevenir contra o câncer e leucemia. E quando o indivíduo já é portador da doença, o consumo regular de açafrão – sempre com o devido acompanhamento médico – impede que o câncer se espalhe para o restante do organismo e aumenta grandemente a possibilidade de sucesso da quimioterapia.


Comumente o açafrão também é relacionado para auxiliar no combate contra problemas de pele, reduzindo o aparecimento de espinhas e acnes. Ainda, seu consumo previne o aparecimento do Mal de Alzheimer e auxilia no controle da diabetes, regulando o nível de açúcar no sangue.

Outro benefício do açafrão é que, após macerá-lo bem, basta aplicá-lo em lugares doloridos do corpo e ele progressivamente reduzirá a dor, até que ela desapareça.


Longevidade

Número de registro-ilha de Okinawa de centenários. A expectativa de vida masculina em Okinawa - 88 anos, mulheres - 92 anos. O segredo da saúde e longevidade recorde de japoneses residentes da província de Okinawa é a utilização exclusivas bebidas à base de açafrão. O consumo regular desta bebida irá reduzir o risco de câncer, ataques cardíacos e derrames. Além disso, desde os primeiros passos, você vai sentir o vigor e a vitalidade.

Cicatrização de feridas

Para acelerar a cicatrização de feridas, inclusive aquelas rachaduras nos mamilos das mamães que estão amamentando, prepare uma mistura espessa com açafrão em pó e algumas gotas de água. Espalhe-a sobre a ferida e cubra-a com uma bandagem, que deverá ser mantida por 24 horas.



Como preparar o chá

O açafrão é uma planta que pode ser altamente tóxica ao organismo, se consumida em grandes doses ou sem o necessário acompanhamento. Assim, recomendamos que leve ao fogo 1l de água, com apenas 1g de açafrão, e deixe ferver por 05 minutos. Após este período, desligue o fogo, abafe e recipiente e aguarde o chá amornar. Então, com a temperatura ideal para consumo, o beba duas vezes por dia.



- Cortar em pedacinhos uma raiz inteira de açafrão e coloca-los em 1 litro de água.
- Deixar ferver por 2 a 3 minutos.
- Desligar o fogo. 
- Tapar a panela e deixar descansar por uns 05 minutos.
- Coar.
- Colocar em uma chávena para ser consumido.
- Sugestão: 02 chávenas ao dia


Sopa de açafrão da Rosângela




“O pão nosso de cada dia nos dai hoje. ”



Ingredientes:

01 colher de sopa de açafrão em raiz ralado (conhecido também por açafrão-da-terra ou cúrcuma)
1/2 cabeça de couve-flor fresca cortada em pedaços
01 maço de brócolis fresco cortado em pedaços
01 peito de frango desfiado
03 batatas salsas (batata salsa também chamada de mandioquinha)
01 tablete de caldo de galinha
03 galhos de salsinha
Pimenta do reino moída a gosto
Azeite
02 litros de água
Sal a gosto

Modo de Preparo:

- Em uma panela de pressão, junte a água, o caldo de galinha em tablete e o peito de frango. Deixe cozinhar por 20 minutos. Retire o peito de frango para desfiá-lo. Reserve o caldo que sobrou do cozimento.
- Escalde o brócolis cortado em pedacinhos em água quente e reserve.
- Na panela em que for fazer a sopa, coloque um fio de azeite. Refogue o açafrão raladinho (no ralo fino). Junte o caldo do frango, a batata salsa, a couve-flor, a pimenta do reino e deixe cozinhar.
- Retire a batata salsa com um pouco do caldo, bata no liquidificador e volte esta mistura para a panela para engrossar o caldo da sopa. Junte o frango desfiado. Em seguida, acrescente o brócolis.
- Deixe ferver até cozinhar todos os ingredientes. Após, estará pronta a sopa para ser servida.



Saborosa e nutritiva, esta sopa irá aquecer nosso fogo digestivo!
Boa opção para aqueles dias mais frios!



Sempre prepare uma refeição como um sinal de amor e afeição, porque não é apenas a refeição que é apreciada, mas o amor e a consideração com que ela foi preparada!



Nenhum comentário :

Postar um comentário